Vídeo mostra a luta pela vida de bebê curitibano que nasceu com tumor raro de 795 gramas e faz um ano nesta sexta-feira (10); assista

Carlos Moraes
Foto: Reprodução / @braiandemjenskipereira / Instagram

Braian Demjenski Pereira, bebê curitibano que nasceu com um tumor raro de 795 gramas no rosto, completou um ano de idade nesta sexta-feira (10). Para garantir sua sobrevivência, os pais da criança e uma equipe do Hospital Nossa Senhora das Graças (HNSG), em Curitiba, uniram esforços em uma tarefa desafiadora. O caso do menino repercutiu na internet.

Braian nasceu com um tumor Epignathus Imaturo 3 – condição extremamente rara, com incidência de apenas 1 caso em cada um milhão de nascidos vivos. Esse cisto se desenvolve na região do céu da boca durante a gestação e se projeta para fora do corpo. O caso de Braian é apenas o segundo registrado no Brasil.

O diagnóstico do tumor foi feito durante a gestação, quando Braian atingiu as 18 semanas. Os pais da criança são Marciliana Demjenski de Oliveira, de 33 anos, e Valmir Pereira de Almeida Júnior, de 35.

A gravidez já era considerada de risco, e o crescimento rápido do tumor aumentava ainda mais a complexidade do caso. Diante dessa situação, os médicos optaram por realizar uma cesariana quando a gestação chegou às 35 semanas.

Antes de cortarem o cordão umbilical, Braian precisou passar por uma traqueostomia intrauterina. Logo após o nascimento, o menino enfrentou quatro paradas cardiorrespiratórias. Na última delas, a situação parecia crítica. No entanto, o bebê conseguiu prevalecer.

Com apenas duas semanas de vida, Braian foi submetido a uma cirurgia para remover o tumor. Durante três meses e meio, ele permaneceu internado na UTI do HNSG, recebendo suporte médico 24 horas por dia.

Nas redes sociais de Braian, coordenada pelos pais da criança, foi publicado um vídeo mostrando a história de superação do bebê. Acompanhe!

Vídeo: reprodução / @braiandemjenskipereira / Instagram)
Compartilhe este Artigo