JustiçaSegurança

Tribunal do Júri de Pontal do Paraná condena a 28 anos de prisão homem denunciado pelo Ministério Público pela morte de jovem egresso da Marinha em 2018

Ouça a matéria

O Tribunal do Júri de Pontal do Paraná, condenou a 28 anos de prisão um homem denunciado pelo Ministério Público do Paraná por dois homicídios duplamente qualificados – um na forma consumada e outro na forma tentada. Os crimes ocorreram no Balneário Praia de Leste, no ano de 2018.

No dia 13 de maio daquele ano, pleno dia das Mães, o réu, agora condenado, efetuou disparos de arma de fogo contra uma das vítimas, um jovem de 21 anos – egresso da Marinha e que estava prestes a se formar como técnico em enfermagem – causando sua morte. Os tiros também atingiram uma outra vítima, músico que trabalhava no local, que resistiu por logo ter recebido atendimento médico, mas que ficou internado por cinco dias. A motivação teria sido uma breve discussão em frente a uma casa noturna.

Na sessão do júri, ocorrida nesta terça-feira, 21 de junho, o Conselho de Sentença acolheu todas as teses sustentadas pela Promotoria de Justiça de Pontal do Paraná na denúncia oferecida, incluindo o dolo direto quanto à primeira vítima, o dolo eventual quanto à segunda, além das qualificadoras do motivo torpe e do uso de recurso que dificultou a defesa de ambas.

Fonte
MPBanda B

Redação Litorânea FM

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do autor. A Rádio Litorânea tem o compromisso de levar a informação através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo