Servidor do Fórum de Guaratuba é suspeito de abusar da própria filha

Redação Litorânea

No dia 14 de março de 2022, uma menina de 13 anos procurou ajuda na equipe pedagógica do colégio onde estuda, para denunciar abusos que vinha sofrendo, pois estava com medo das consequências que poderiam ocorrer, uma vez que a mãe da adolescente iria levá-la para um exame de rotina no ginecologista.

A equipe do colégio verificou que a jovem apresentava marcas de automutilação e comportamentos que não condiziam com sua idade. Imediatamente a escola levou a denúncia ao conhecimento do Conselho Tutelar.

A menina contou que era abusada por seu pai desde que tinha 8 anos de idade. A mãe ao tomar conhecimento dos fatos, entrou em estado de choque e junto a menopr, foram registrar a ocorrência na Polícia Civil.

O suspeito tem 38 anos e é servidor do Fórum de Justiça de Guaratuba. De acordo com as informações ao tomar conhecimento de que o caso veio a público, o servidor fugiu da cidade e encontra-se desaparecido. A Polícia Civil segue investigando o caso, porém ainda não recebeu o mandado de prisão contra o servidor.

Vale ressaltar que a Comarca de Guaratuba não tem competência para o caso, pelo fato de o acusado ser servidor da casa, ficando delegado para o Tribunal de Justiça do Paraná a expedição do documento. O caso corre em segredo de justiça.

O nome do suspeito não será divulgado para preservar a imagem da vítima.

Compartilhe este Artigo
A seguir:
É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do autor. O Grupo Litorânea de Comunicação tem o compromisso de levar a informação através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.