Coronavírus no Litoral

Prefeitura de Paranaguá decreta toque de recolher após 1º caso de Coronavírus no litoral

Ouça a matéria

A Prefeitura de Paranaguá, no litoral do Paraná, decretou toque de recolher no município a partir de terça-feira (31) por causa da pandemia do novo coronavírus. O recolhimento será entre 20h e 6h, conforme documento assinado pelo prefeito Marcelo Elias Roque (Podemos) nesta segunda-feira (30).

A determinação ocorre no mesmo dia em que foi confirmado o primeiro caso da Covid-19 no litoral do estado, em Matinhos. O Paraná tem 160 casos confirmados da doença e três mortes registradas, segundo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

Paranaguá teve 28 suspeitas descartadas e não havia nenhuma em investigação nesta segunda, assim como nos outros municípios do litoral paranaense, conforme o boletim da Sesa.

Segundo o decreto, poderão circular no horário do toque de recolher somente prestadores de serviços de segurança, assistência social, delivery de alimentos, trabalhadores portuários que estejam em turno de serviço e funcionários de empresas privadas que estejam trabalhando no período noturno, desde que seja comprovada a necessidade.

O descumprimento do decreto pode render multa a motoristas e pessoas em circulação de 300 Unidades Fiscais do Município (UFM). No caso de motoristas, o veículo poderá ser apreendido.

O decreto também determina que marinas deverão ficar fechadas, podendo prestar serviços apenas aos setores públicos e empresas que atuam na área portuária.

Além disso, o município mandou que durante o período de restrições os supermercados deverão instalar nas entradas e saídas lavatórios para higienização com água e sabão e disponibilização de álcool gel 70%.

Fonte
g1 PR

Redação Litorânea FM

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do autor. A Rádio Litorânea tem o compromisso de levar a informação através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo