Segurança

Polícia prende suspeito pelo assassinato de comerciante em Garuva

Ouça a matéria

Um dos suspeitos do assassinato da comerciante Miriam Hatsue Abe, crime que chocou a cidade de Garuva, no Norte de Santa Catarina, no dia 10 de setembro, foi preso pela polícia cerca de dez dias após o homicídio.

O crime aconteceu na manhã do sábado, quando a comerciante estava em sua floricultura. Um carro com um casal se aproximou e a mulher desembarcou chamando por Miriam. Quando a vítima se aproximou, foi atingida por seis disparos de arma de fogo e morreu minutos depois.

Com o depoimento de testemunhas e outros indícios, a Polícia Civil chegou à identificação do homem e da mulher que seriam os responsáveis pelo crime e deflagraram a operação “Flor de Cerejeira”, uma homenagem à comerciante que era dona de uma floricultura e filha de japoneses. No Japão, a árvore é muito tradicional.

Em buscas realizadas em 21 de setembro, na cidade de Araucária, a polícia apreendeu uma arma de fogo e munições dentro do veículo do suspeito. Já na residência foram encontrados seis cartuchos deflagrados, provavelmente os mesmos usados para matar a vítima.

Segundo o delegado Eduardo Defaveri, que comandou as investigações, o suspeito, um homem de 42 anos, foi preso em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e teve a prisão preventiva decretada.

Ainda nesta semana, no dia 22 de setembro, houve o cumprimento de novas buscas nos endereços da suspeita do crime, no bairro Cidade Industrial, em Curitiba. Na residência, foram encontradas perucas, possivelmente utilizadas no dia do homicídio. A suspeita, identificada como Jessica Alves dos Santos Martins, de 31 anos, segue foragida.

A operação contou com dez policiais civis das polícias de Garuva e também do Paraná. Agora, a Polícia Civil quer identificar a motivação do crime. Informações podem ser repassadas pelo número 180.

Miriam era muito querida na comunidade e o crime consternou os moradores. A comerciante era casada e mãe de três filhos.

Foto: PC/Divulgação
Foto: jornal de Garuva
Fonte
ndmais

Redação Litorânea FM

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do autor. A Rádio Litorânea tem o compromisso de levar a informação através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo