Curitiba e RMCEconomia

Pesquisa realizada pela PUC-RS aponta que a pobreza cresceu 55%, em uma década, na RMC

Ouça a matéria

Na última terça-feira, 09 de agosto, a Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, a PUC-RS, divulgou uma pesquisa, realizada nas principais capitais do Páís, mostrando que, na Região Metropolitana de Curitiba, a RMC, o número de pessoas em situação de pobreza aumentou 55% na última década.

Os dados do Boletim Desiguldade das Metropoles Brasileiras, realizado pela PUC-RS, aponta que em 2012, o número de pessoas em situação de pobreza era de 308.873 pessoas, esse número saltou para 479.895 em 2021; o levantamento considerou os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o IBGE, e avaliou 22 regiões metropolitanas em todo o Brasil.

A pesquisa realizada pela Pontifícia Universade Católica do Rio Grande do Sul, revelou que, entre o ano de 2014 e o ano de 2021, a renda dos mais pobres caiu de R$ 714,00 para R$ 571,00 em Curitiba e nos Municípios que integram a Região Metropolitana.

Ainda na mesma pesquisa, os pesquisadores também avaliaram a população que vive na extrema pobreza, ou seja, com renda familiar inferior a R$ 160,00 mensais; os dados revelam que, entre o ano de 2012 e o ano de 2021, o número saltou de 52.957 pessoas para 91.941 pessoas.

Redação Litorânea FM

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do autor. A Rádio Litorânea tem o compromisso de levar a informação através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo