Marinha diz que tempestade “Akará” não deve chegar ao território paranaense e deve ficar em alto-mar

Carlos Moraes
Imagem de satélite do Akará (Reprodução/Inmet)

A Marinha do Brasil, por meio do Centro de Hidrografia da Marinha (CHM), em colaboração com o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), o Centro Integrado de Meteorologia Aeronáutica da Força Aérea Brasileira (CIMAER/FAB) e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE/CPTEC), informa que, em virtude da intensificação dos ventos associados e da manutenção da sua estrutura térmica vertical, a Depressão Tropical passou à categoria de Tempestade Tropical, sendo denominada “Akará” (espécie de peixe, em Tupi), conforme critério estabelecido nas Normas da Autoridade Marítima para Meteorologia Marítima (NORMAM-701).

O sistema permanece atuando em alto-mar, com centro na posição 30ºS 042,5ºW, a
aproximadamente 350 milhas náuticas (650 km) a sudeste da cidade de Florianópolis (SC), com deslocamento para sul.

A atuação desse sistema meteorológico poderá causar ventos de até 45 nós (85 km/h), principalmente nos setores leste e sul, e ondas de até 5,0 metros no entorno do ciclone, até a manhã do dia 22 de fevereiro.

Devido à distância significativa da costa, até o momento, não há previsão de condições de mau tempo para a região litorânea dos estados de Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro.
A Marinha do Brasil mantém todos os avisos de mau tempo em vigor no endereço eletrônico:
https://www.marinha.mil.br/chm/dados-do-smm-avisos-de-mau-tempo.

Adicionalmente, as informações meteorológicas podem ser visualizadas na página do Serviço Meteorológico Marinho no Facebook, no link: https://www.facebook.com/servicometeorologicomb/, ou por meio dos aplicativos “Previsão Ambiental Marinha (PAM)” e “Boletim ao Mar”, desenvolvidos em
parceria com a Petrobras e com o Instituto Rumo ao Mar (RUMAR), respectivamente. Os aplicativos estão disponíveis para download nos smartphones e tablets com sistemas Android e iOS.

Alerta-se aos navegantes que consultem essas informações antes de se fazerem ao mar e solicita-se ampla divulgação às comunidades de pesca e esporte e recreio.

Para informações meteorológicas sobre o continente, consulte o INMET e o INPE/CPTEC em seus portais, https://portal.inmet.gov.br e https://www.cptec.inpe.br, e nas redes sociais: Twitter @inmet_, Instagram @inmet.oficial e Facebook @INMETBR.

Compartilhe este Artigo