Guaratuba tem um “pequeno pantanal”, conheça a Lagoa do Parado

Aqueles que apreciam a contemplação da fauna selvagem serão cativados pela riqueza do local

Carlos Moraes
Foto: Reprodução/Folha do Litoral News

Localizado no coração do Parque Municipal Lagoa do Parado, entre a imponente Serra do Mar e a serena Baía de Guaratuba, encontra-se um autêntico Éden natural, reconhecido como uma Área de Proteção Especial. Essa preciosidade consiste em uma lagoa que se transforma em um ecossistema exuberante em biodiversidade nos dias de chuva, convertendo-se em uma das regiões mais fecundas em fauna e flora ao longo do litoral brasileiro.

Assemelhando-se a um Pantanal em escala reduzida, a Lagoa do Parado é pródiga em peixes e caxeta, uma madeira leve utilizada na preparação de utensílios como colheres de pau, tamancos, lápis, entre outros. Durante a estação seca, as águas naturalmente se separam, formando duas lagoas distintas: a do Baguary e das Onças. O Parque Natural Municipal Lagoa do Parado estende-se impressionantes 5 milhas de comprimento e 3 milhas de largura, proporcionando uma paisagem deslumbrante aos visitantes.

Aqueles que apreciam a contemplação da fauna selvagem serão cativados pela riqueza do local. Ao longo de suas margens e nas águas, é possível avistar uma diversidade de espécies, incluindo o jacaré-do-papo-amarelo, a capivara, a paca, a cutia, e várias aves como garça, biguá, pavão, pato d’água e marrequinha-do-brejo.

O acesso a esse refúgio natural é realizado exclusivamente por meio de embarcações, partindo da cidade de Guaratuba. Durante a travessia, os visitantes também têm a oportunidade de contemplar diversos sambaquis ao longo do percurso, testemunhos históricos dos antigos povos que habitaram essa região.

Compartilhe este Artigo