Eleições 2022Política

Estudo revela que após debate, Tebet e Soraya foram alvo de mais de 5 mil ofensas no Twitter

Ouça a matéria

Um recente estudo realizado pelo Instituto AzMina aponta que as duas candidatas à Presidência, Simone Tebet, do MDB, e, Soraya Thronicke, do União Brasil, foram alvo de ao menos 5.246 tuítes ofensivos após a participação no debate realizado pela Band, Folha de S.Paulo, UOL e TV Cultura.

O levantamento levou em consideração apenas as publicações em que as contas das candidatas eram marcadas, ou seja, só aqueles que promoviam ataques de forma direta e explícita contra ambass; o Instituto analisou publicações entre o dia 28 e 29 de agosto.

De acordo com os dados divulgados no levantamento, as todo, as duas presidenciáveis foram citadas diretamente em 63.863 manifestações no Twitter; a maior parte destas menções foi feita em resposta a postagens de autoria das próprias candidatas; da soma de publicações, cerca de 8% eram ofensivas.

Imagem: Reprodução

Dentre as mais de cinco mil publicações consideradas hostis, o Instituto identificou cerca de 6.661 termos que correspondiam a insultos ou tentativas de inferiorizar as duas candidatas; entre eles, haviam termos considerados misóginos, gordofóbicos, capacitistas e que propagavam o assédio sexual.

Redação Litorânea FM

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do autor. A Rádio Litorânea tem o compromisso de levar a informação através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo