Litoral

Em reformas, um dos portos do ferry-boat de Guaratuba ficará interditado por 10 dias

Ouça a matéria

Na manhã desta segunda-feira, 15 de agosto, a empresa Internacional Marítima, responsável pela operação da travessia do ferry-boat da baia de Guaratuba informou, por meio de nota oficial, que um dos seus portos de embarque ficará interditado por 10 dias, a partir de hoje.

De acordo com a empresa, a interdição ocorrerá, pois, será substituído o flutuante do porto que fica ao lado da base náutica do Corpo de Bombeiros, na margem norte da baía; a Internacional Marítima afirmou que o retorno do funcionamento está previsto para o dia 25 de agosto.

Conforme informações, as reformas dos ferry-boats são realizadas no Estaleiro Indústria Naval Catarinense, do Grupo Catanhede, no Município de Navegantes, em Santa Catarina; no primeiro contrato, o custo das reformas foi definido em cerca de 36 milhões de Reais.

Na última quarta-feira, 10 de agosto, o Governo do Estado do Paraná publicou um aditivo aumentando em 6 milhões o valor para custear as reformas estruturais no ferry-boat de Guaratuba; este aditivo aumenta em 120 dias o prazo para a conclusão de tais reformas.

Das três embarcações, pertencentes ao Departamento de Estradas de Rodagem, o DER, apenas a denominada “Guaraguaçu” está operando após ser reformada; enquanto as embarcações “Piquiri” e “Nhundiaquara” permanecem no estaleiro aguardando para serem reformadas.

Redação Litorânea FM

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do autor. A Rádio Litorânea tem o compromisso de levar a informação através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo