Esportes

Em noite histórica, La Plata ficou em choque com o El Paranaense nas semifinais da Libertadores

Ouça a matéria

O Estudiantes de La Plata conheceu o poder do El Paranaense, em uma noite histórica, o jovem Vitor Roque, mais uma vez, foi decisivo; o jogador de 17 anos, saiu do banco para resolver a partida nos acréscimos e garantir a classificação do Athletico nas semifinais da Libertadores.

Jogando diante da sua torcida, que lotou o Estádio Jorge Luis Hirschi, em La Plata, na argentina, o Estudiantes assustou logo aos 6’, em boa jogado, Godoy cruzou na área e Manuel Castro desviou para o gol, passando com perigo ao lado da meta defendida por Bento.

Precisando do resultado e impulsionado pela sua torcida que não parava de cantar, o time argentino continuou pressionando o Furacão, aos 32’, Leandro Díaz cruzou, Godoy ganhou na área e tocou para dentro, Rogel chegou batendo, a bola passou muito perto do gol athleticano.  

As equipes voltaram do intervalo sem alterações e o time argentino continuou buscando o gol, em outra boa jogada, aos 61’, Leandro Díaz fez o pivô na área e rolou para trás, Zuqui chegou batendo, a bola desviou na zaga e passou por cima da meta athleticana.

Na sequência da jogada, na cobrança de escanteio, o Estudiantes conseguiu furar a defesa athleticana; após o desvio de Rangel, a bola bateu na trave e voltou para Lollo que finalizou para o fundo da meta de Bento, porém, o VAR sinalizou um possível impedimento e após a análise na tela o árbitro anulou o gol.

No desespero pelo gol da classificação, aos 89′, Rogel mandou de cabeça na área, Morel pegou a sobra e chutou rasteiro para a defesa em dois tempos do goleiro Bento; um minuto depois, Mauro Méndez recebeu lançamento nas costas da defesa, invadiu a área e bateu para fora.

Praticamente no último minuto da partida, o Rubro-Negro consegiu furar a defesa argentina e marcou o gol da classificação; aos 95′, vindo do banco, o craque Vitor Roque aproveitou cruzamento de Vitinho e, dentro da pequena área, antecipou o goleiro Andújar e cabeceou para fazer o 1 a 0 em La Plata.

O gol marcado pelo jovem jogador não só garantiu a classificação do Athletico Paranaense para a fase de semifinais da CONMEBOL Libertadores, como serviu para quebrar um tabu, pois, em mais de 50 anos, a equipe argentina nunca havia perdido uma partida, em casa, na fase de mata-mata da Libertadores.

Agora o Athletico enfrenta o Palmeiras na próxima fase da Libertadores, o primeiro jogo será na Baixada, entre os dias 30/08, 31/08 e 01/09, enquanto a segunda partida será disputada no Allianz Parque, entre os dias 06/09, 07/09 e 08/09; as datas e os horários devem ser confirmados, em breve, pela CONMEBOL.

O vencedor das partidas entre Athletico x Palmeiras enfrentará o vencedor dos duelos entre Flamengo x Vélez Sarsfield na grande final que será disputada no dia 29 de outubro, no Estádio Monumental Isidro Romero Carbo, em Guaiaquil, no Equador; que os bons ventos levem o Furacão para a tão sonhada final.

Redação Litorânea FM

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do autor. A Rádio Litorânea tem o compromisso de levar a informação através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo