Segurança

Delegado é preso suspeito em matar mulher policial e a enteada, em Curitiba

Ouça a matéria

A escrivã da Polícia Civil Maritza Guimarães de Souza tinha 41 anos, e a filha Ana Carolina de Souza de 16, foram mortas na casa da família na noite desta quarta-feira (04), no bairro Atuba, em Curitiba.

O autor do crime foi o delegado Erik Busetti, de 45 anos, esposo de Maritza e padrasto da adolescente. Ele foi encontrado no local e preso em flagrante.

De acordo com a Delegada Camila Cecconello, as primeiras informações repassadas a polícia é de que estava havendo uma separação conjugal. Na delegacia Erick se manteve em silêncio.

Quando a equipe policial chegou na residência encontraram o corpo da mãe em cima da filha próximo ao sofá, segundo a delegada Camila não tendo como confirmar se as duas foram surpreendidas pelo delegado e o que motivou ele matar a enteada.

A delegada Camila relata que o caso é considerado como uma tragédia para a Polícia Civil, que após a discussão entre o casal ocorreram cerca de nove disparos que atingiram as duas vítimas.

A Polícia pretende encerrar o inquérito no prazo de dez dias, a investigação continuará ouvindo outras testemunhas. O delegado Erik Busetti permanece preso.

Carreira policial de Maritza 

Maritza Guimarães de Souza foi nomeada no dia 24 de agosto de 2004 e sua primeira lotação foi na Subdivisão da PCPR em Ponta Grossa. Durante sua carreira atuou em unidades dos municípios de Castro, Foz do Iguaçu, Francisco Beltrão, Dois Vizinhos, Rebouças, além de importantes unidades especializadas, entre elas Delegacia da Mulher, Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa, Divisão de Polícia Especializada, Divisão de Polícia da Capital e por último Divisão de Planejamento Operacional, onde estava lotada atualmente.

A Polícia Civil divulgou a Nota de Falecimento

É com pesar que a Polícia Civil do Paraná (PCPR) comunica o falecimento da escrivã Maritza Guimarães de Souza, 41 anos, e sua filha Ana Carolina de Souza, de 16, ocorrido na noite de quarta-feira (4). O velório de mãe e filha será realizado na Escola Superior de Polícia Civil, a partir das 19h30 desta quinta-feira (5). O sepultamento será realizado no município de Piraí do Sul, região Central do Estado.

 

Redação Litorânea FM

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do autor. A Rádio Litorânea tem o compromisso de levar a informação através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo