Cesar Setti, assessor do deputado Toninho Wandscheer, morre eletrocutado na RMC, neste sábado (11)

Carlos Moraes
Foto: Reprodução

Morreu na manhã deste sábado (11), o apresentador paranaense Cesar Setti. Aos 56 anos, o comunicador foi vítima de um choque elétrico em sua chácara em Piraquara, Região Metropolitana de Curitiba.

Setti, que apresentou o programa Origens, do Super Canal 13 — afilado da TV Cultura, morreu após tentar levantar um fio da rede telefônica. Durante a operação, um cabo da rede elétrica foi atingido, momento em que ele sofreu a descarga elétrica. Socorristas tentaram reanimá-lo por mais de uma hora, no entanto, ele morreu no local. O comunicador deixa a esposa e uma filha de 12 anos.

Cesar Setti era natural de Pato Branco, região sudoeste do Paraná. Foi o criador e apresentador do programa Origens, exibido em diversas regiões do país pela TV Cultura desde 1992.

Na atualidade, trabalhava como assessor de comunicação do deputado federal Toninho Wandscheer.

O prefeito de Curitiba emitiu uma nota de pesar em suas redes sociais:

“Margarita e eu, e todos os Curitibanos, lamentamos profundamente a morte acidental e repentina – por descarga elétrica – do jornalista , editor e apresentador do programa “Origens” – da TV Cultura, César Setti. Nosso companheiro de muitas caminhadas, serviu a mim, ao ex- governador Requião, e ao deputado federal Toninho Wandescheer. Era um “Paranista” entusiasmado pelas nossas raízes. Nasceu em Pato Branco, de família gaúcha Tradicionalista. Tinha 56 anos. Deixa desoladas sua mulher arquiteta Jeane Moro e uma filha, linda curitibinha. Sua última postagem referia a resiliência do Rio Grande do Sul e o resgate do cavalo ” Caramelo”, salvo ontem. Possam os Anjos velar seu repouso com cânticos de Glória. #DescanseEmPaz. Exéquias e velório serão amanhã no Cemitério Parque Iguaçu”, escreveu o prefeito.

Compartilhe este Artigo