CidadaniaVerão

Carnaval 2020: perdeu o documento? Veja o que fazer

Ouça a matéria

Sempre há uma preocupação a mais quando se trata de cuidados no carnaval. Desde contratar um seguro para seu celular, passando pelo glitter ecológico, até os cuidados essenciais com a saúde no período. Algo, porém, que muitas vezes passa batido entre os foliões, é o cuidado com os documentos pessoais.

Não é raro encontrar uma carteira de habilitação esquecida em meio à avenida, ou olhos perdidos em busca de um RG. Vítimas de furtos ou da própria desatenção, alguns recursos podem te ajudar a encontrar o documento pedido, como o serviço do Serasa que permite que pessoas possam informar  que perderam ou encontraram documento durante bloquinhos. Mas em algumas situações, apenas a emissão de uma segunda via é opção.

 

RG

Para tirar uma 2ª via do Registro Geral (RG), é preciso apresentar:

  • 2 foto 3×4 original e recente;
  • Certidão de nascimento original ou cópia simples;
  • Certidão de casamento original ou cópia simples (caso você seja casado);
  • Boletim de Ocorrência original ou cópia simples (em caso de roubo ou furto);
  • CPF original ou comprovante de inscrição da Receita Federal – para pagamento da taxa de 2ª via, ou caso você queira que o número apareça no RG;
  • Cartão do Cidadão original – se você quiser que o número apareça no novo RG, podendo ser substituído por PIS ou PASEP

A emissão do documento tem um valor que varia de região para região. No Paraná, o valor da taxa é de R$ 36,72.

CNH

O Detran/PR orienta que, em casos de extravio, roubo ou dilaceração, os condutores podem requerer um novo documento. O procedimento pode ser realizado pela internet, no aplicativo do Detran-PR ou presencialmente nas autoescolas (CFCs) e nas unidades de atendimento. Após emissão do pedido e pagamento de taxa, o documento é entregue pelos Correios, em até 10 dias.

CPF

É possível imprimir a 2ª via do CPF diretamente de casa. O formato conhecido —um cartão plástico azul — já não é mais adotado pela Receita Federal, em razão de sua fragilidade. Para imprimir o documento, basta acessar o site da Receita Federal e informar os dados pessoais corretamente. Caso você declare imposto de renda, o número do recibo da sua declaração mais recente será solicitado. Após isso, o CPF já pode ser impresso em papel comum e plastificado, visto que sua autenticidade é verificada eletronicamente.

 

 

(Redação de Victor Assis, com informações do portal R7)

Leia mais| Carnaval 2020: Campanha Não é Não conscientiza estudantes sobre assédio no carnaval

Redação Litorânea FM

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do autor. A Rádio Litorânea tem o compromisso de levar a informação através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo