EducaçãoPolítica

“Briga política e vamos enfrentar”, diz Ratinho Junior sobre manifestação de servidores

Ouça a matéria

O governador Ratinho Junior criticou, nesta quarta-feira (22), os recentes protestos de servidores do Paraná. Em coletiva de imprensa, ele afirmou que o estado fez a recomposição de diversas categorias e o que resta agora é uma “briga política”. Na terça-feira (21), dezenas de servidores protestaram na Praça Dezenove de Dezembro, no Centro de Curitiba

Para Ratinho Junior, está “resolvida” a questão salarial dos servidores

“Só para os professores no início da carreira, foi feita uma readequação salarial de 41%. Aos policiais a mesma coisa, em especial aos praças. Antes, a diferenciação era de 60% em comparação ao salário dos oficiais, mas hoje isso está em 45%. A eles, também resolvemos o vale-alimentação, que era uma reivindicação de mais de 20 anos. Na verdade, o que existe é um interesse sindical, ligado a partido político. Aí é uma briga política e nós vamos enfrentar”, disse.

Entre as reivindicações, as categorias do funcionalismo pedem a recomposição salarial e isenção do desconto previdenciário para aposentados que recebem abaixo do teto do INSS.

O protesto dos servidores ganhou força por causa do período eleitoral. Segundo a Lei de Responsabilidade Fiscal, “é nulo de pleno direito, o ato de que resulte aumento da despesa com pessoal nos 180 dias anteriores ao final do mandato do titular de Poder”.

Como Ratinho Junior pode eventualmente deixar o governo, não pode conceder reajuste após 1 de julho. Desta forma, a pressão é para aprovação na Assembleia Legislativa com urgência.

Os funcionários públicos alegam perdas superiores a 35%.

Fonte
Banda B

Redação Litorânea FM

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do autor. A Rádio Litorânea tem o compromisso de levar a informação através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo