Eleições 2022Política

Bolsonaro ajuiza ação no TSE pedindo anulação de parte das urnas usadas nas Eleições de 2022

Ouça a matéria

O atual Presidente, Jair Bolsonaro, e o Presidente do Partido Liberal, o PL, Valdemar Costa Neto, entraram com uma representação no Tribunal Superior Eleitoral, o TSE, para pedir a anulação de votos feitos em modelos de urnas UE2009, UE2010, UE2011, UE2013 e UE2015 no segundo turno das eleições de 2022.

O documento, assinado pelo advogado Marcelo Luiz Ávila de Bessa, cita o laudo técnico de auditoria feito pelo Instituto Voto Legal, o IVL, contratado pelo Partido Liberal, que teria constatado “evidências contundentes de mau funcionamento de urnas eletrônicas”.

De acordo com relatos, com a manutenção apenas dos votos dados nas urnas UE2020 e a anulação dos demais, a representação alega que Bolsonaro venceria a eleição para Presidente, sem citar cálculos dos resultados na eleição para os Governos Estaduais que estavam em disputa no segundo turno.

Confira a íntegra do documento:

Redação Litorânea FM

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do autor. A Rádio Litorânea tem o compromisso de levar a informação através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo