CuriosidadesSegurança

Ator José Dumont é preso por armazenar pornografia infantil

José Dumont estava contratado como obra certa especificamente para a novela “Todas as Flores”, a ser exibida no Globoplay. A Globo tomou a decisão de retirá-lo da novela.

Ouça a matéria

O ator José Dumont foi preso em flagrante nesta quinta-feira (15) suspeito de armazenar imagens de pornografia infantil no celular e no computador pessoal. Ele está sendo investigado também por supostamente ter cometido abusos contra um menino de 12 anos.

A denúncia partiu de vizinhos. Segundo a investigação, câmeras de segurança do condomínio onde ele mora flagraram o ator cometendo abusos contra um adolescente de 12 anos, como beijos e carícias.

A polícia informou que ele se aproximou do menino há um ano, ao oferecer ajuda financeira e presentes.

Nesta quinta, ao cumprir o mandado de busca e apreensão na casa do ator, os policiais encontraram vídeos e fotos contendo pornografia infantil no celular pessoal e no computador. A Justiça também tinha autorizado a quebra de sigilo.

José Dumont foi preso em flagrante. De acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente, armazenar imagens de sexo envolvendo crianças é crime. O ator foi levado para Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (Dcav). No fim da tarde, o passou por uma audiência de custódia e teve a prisão mantida.

A Globo divulgou a seguinte nota: “O ator José Dumont estava contratado como obra certa especificamente para a novela “Todas as Flores”, a ser exibida no Globoplay. Diante dos fatos noticiados, a Globo tomou a decisão de retirá-lo da novela. A suspeição de pedofilia é grave. Nenhum comportamento abusivo e criminoso é tolerado pela empresa, ainda que ocorra na vida pessoal dos contratados e de terceiros que com ela tenham qualquer relação”.

A defesa de José Dumont não se pronunciou.

Foto: Grupo Globo

Carreira de José Dumont

Nascido em Bananeiras, na Paraíba, em agosto de 1950, José Dumont começou a carreira no teatro e participou de mais de 40 filmes, como “O Homem que Virou Suco”, “A Hora da Estrela” e “Dois Filhos de Francisco”.

Foi premiado como o melhor ator em vários festivais, como o de Gramado, em 1981.

Na Globo, estreou na década de 1970, em programas como “Caso Verdade” e o seriado “Carga Pesada”. Protagonizou o especial “Morte e Vida Severina”, que ganhou o Emmy Internacional.

Na emissora, fez mais de 15 novelas e séries. Atualmente, gravava participação em uma produção do Globoplay.

José Dumont trabalhou na extinta TV Manchete.

Na Record, onde ficou quase por uma década, participou de séries, como “Milagres de Jesus”, e novelas, como “Caminhos do Coração” e “Mutantes”.

Via
G1 RJ

Redação Litorânea FM

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do autor. A Rádio Litorânea tem o compromisso de levar a informação através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo